Como escolher a distância ideal da TV em relação ao sofá


Qual a distância ideal da TV em relação ao sofá?

Se você se aventurar pela net à procura dessa resposta corre sérios riscos de ficar louco. Existe uma infinidade de informações, cálculos, mil ponderações que precisam ser levadas em conta para se achar a distância perfeita. Porém, não podemos nos esquecer de que na prática ninguém vai deslocar o sofá para mais perto ou mais longe da tela levando em conta se é dia ou noite, se o programa é em HD ou não, se as pessoas que estão assistindo são jovens ou idosas…

Na prática, temos que achar um meio termo que atenda a maioria das pessoas e seja, sobretudo, confortável. Afinal, somos humanos e, como tais, somos diferentes uns dos outros.

Abaixo uma tabela com as distâncias mínimas, médias e máximas em função do tamanho da tela. Verifique se a sua TV está dentro dessas medidas e, se necessário, ajeite as coisas e boa diversão!

O sonho da tela gigante

O aparelho de TV não pode ser culpado pela péssima qualidade dos programas que as emissoras exibem. A televisão está passando por uma grande revolução. Em poucos anos, tudo o que conhecemos nas últimas cinco décadas será drasticamente alterado.

As TVs por assinatura e a integração TV+WEB vão mudar a forma como utilizamos esse equipamento. Aquela velha história de ter que assistir ao programa que você gosta na hora em que a emissora decidiu exibi-lo já é passado. Hoje você assina um serviço como a Netflix, por R$ 15,00 por mês, pluga seu tablet ou smartphone na TV e assiste séries e filmes na hora em que bem entender, pausando, voltando etc.

Muitas TVs pagas já dão a opção de gravar os programas. A TV aberta que se cuide, pois as novas gerações não vão nem querer saber desses velhos modelos de 50 anos.

O fato é que muita gente ainda sonha com uma TV gigante ocupando toda a parede da sala, um verdadeiro cinema dentro de casa. Mas, antes de assumir as prestações para realizar este sonho, é melhor considerar o tamanho da sua sala. Pois, infelizmente, nem toda sala comporta uma tela de 71 polegadas. E, se você insistir nisso, pode ter uma grande dor de cabeça, literalmente.

Vejamos:

Um dos elementos que se leva em consideração na hora de escolher o tamanho da tela é a resolução, porém, hoje praticamente todos os aparelhos modernos, são Full HD, ou seja, tem resolução 1920x1080p. Isso quer dizer que na prática, mesmo que você olhe a tela bem de perto, não irá ver a imagem “pixelada”, ou seja, cheia de quadradinhos que irão atrapalhar a visão e gerar desconforto visual.

Pois bem, partindo do pressuposto que você irá adquirir, ou já adquiriu uma Full HD, a questão agora gira em torno de outros dois aspectos: A altura em relação ao piso e a distância da tela em relação ao sofá.

A altura ideal:

A altura mais usual está entre 0,90m e 1,10m, mas a regra prática é procurar uma altura média que mantenha o meio da tela, mais ou menos, na linha dos olhos das pessoas. Alguns órgãos internacionais como o SMPTE (Society of Motion Picture and Television Engineers) dos Estados Unidos, são mais detalhistas e aconselham que a linha dos olhos toque a altura de 2/3 da tela.

Mas, considerando que nem todo mundo que vai assistir a TV tem a mesma altura, então a ideia é ser mais prático e achar um meio termo.

Por exemplo: Uma pessoa de estatura mediana, com 1,70m, quando sentada num sofá comum, tem seus olhos a uma altura aproximada de 1 metro em relação ao piso. Desta forma,  a TV deveria ter o meio da tela a essa altura.

Por que isso é importante?

A altura da tela está associada ao ângulo de visão. Se a tela estiver muito alta inevitavelmente teremos que estender o pescoço ou deslocar os olhos para cima e isso pode gerar desconforto, sobretudo se o tempo de permanência em frente a TV for grande.

A distância entre a TV e o sofá:

Ambientes pequenos, como quartos, cozinhas e salas ficam melhores com telas de até 32 polegadas. Já as telas de 37 até 42 polegadas vão bem em ambientes maiores como quartos grandes e salas médias. Os ambientes mais espaçosos, como grandes salas acomodam bem telas de 46 polegadas em diante.

Para facilitar a sua vida, coletamos de diferentes fontes, inúmeras formas de achar a distância ideal, simplificamos a fórmula proposta pelo SMPTE e chegamos à seguinte conclusão: Multiplique o tamanho da sua TV (em polegadas) por 3,8 e encontrará a distância mínima que ela deve ficar do seu sofá (o resultado desta conta já sai em centímetros).

Exemplo de uma TV com 42” à 42 x 3,8 = 159,6, ou seja, a tela deve ficar, no mínimo 1,60 m afastada do sofá.

Parece pouco não é? Mas essa é a distância mínima. O que o SMPTE sugere é que uma distância menor entre a pessoa e a tela, proporciona uma melhor experiência de imersão na cena, como se você estivesse fazendo parte dela. No entanto, se a distância for muito pequena, além de perder nitidez e gerar cansaço visual, você ainda pode ter a necessidade de movimentar os olhos lateralmente para conseguir observar toda a cena. Isso, após algumas horas, inevitavelmente irá provocar sensação de desconforto ou mesmo fadiga, podendo até causar dores de cabeça e náuseas.

Então, para não errar, use a tabela que criamos especialmente para essa matéria, verifique se a sua sala está adequada e boa diversão!

 

 

Fonte: