Cuidados com o Piso para quem tem animais de estimação em casa


Cuidados com o Piso para quem tem animais de estimação em casa

Para quem cria os pets no interior da residência, a atenção com as instalações deve ser redobrada, principalmente os cuidados com o piso.

Com isso a Pisos Paraná preparou algumas dicas para você!

 

1. Instale pisos adequados para pets

Vinílicos e Laminados resistentes à água sempre serão boas opções quando o assunto é piso para pet. Isso se deve, sobretudo, ao grau de resistência, ao conforto térmico e à facilidade de limpeza dessas peças.

Os pisos vinílicos, por sua vez, ficam muito bem limpos com o auxílio de um pano embebido em água e detergente neutro. Outra grande vantagem desse revestimento para quem tem pets em casa está no fato de serem antiderrapantes, conforme o modelo escolhido.

O piso adequado para os pets jamais poderá ser muito liso. Caso contrário, o animal terá mais dificuldade para se equilibrar, o que pode, inclusive, causar problemas nas articulações.

2. Faça a limpeza corretamente

Não há como negar: os animais soltam pelos, sobretudo, se estiverem em fase de troca de pelagem. Sendo assim, quem cria os pets dentro de casa precisa ter um cronograma de limpeza mais regular.

Se o piso não for lavável, aposte na dupla infalível: água + detergente neutro. Comece aspirando ou varrendo o chão — com uma vassoura macia — para retirar qualquer sujeira que possa riscá-lo. Em seguida, passe um pano embebido em água e detergente para retirar toda a poeira e gordura do revestimento. Aí, é só finalizar com um pano limpo, seco e que não solte fiapos.

3. Limpe os detritos o mais rápido possível

O pet fez xixi ou cocô no lugar errado? Entornou o potinho de água sobre o piso ou deixou qualquer outro tipo de sujeira por ali? Então, corra e limpe o mais rápido possível. Ou seja, nunca deixe a sujeira secar naturalmente. Afinal, por mais resistente que seja o seu piso, quanto mais rápido você limpá-lo, menor a chance de ele ficar manchado ou com odores indesejáveis.

No caso dos acidentes descritos acima, o melhor a fazer é utilizar um papel toalha para absorver o excesso de líquido e, em seguida, lavar o local ou desinfetá-lo com o auxílio de um pano úmido. Para finalizar, basta secar a área com um pano limpo e macio.

Os aromatizantes de ambiente também podem ser úteis para eliminar resquícios de odores. No entanto, utilize-os com parcimônia, já que algumas formulações são muito fortes e poderão causar danos ao animal.

 

Gostou das dicas? Solicite um orçamento com a Pisos Paraná agora mesmo!