Dica de decoração: organizando quadros


Pendurar quadros não é uma tarefa muito simples.

sempre surgem dúvidas na hora de escolher a melhor composição, de escolher quais ou quantos quadros vão para a parede, se ficam juntos ou separados, simétricos ou assimétricos e outra infinidade de questionamentos.

Para dar uma ajudinha, vamos mostrar algumas dicas que facilitam o momento de furar a parede e pendurar suas obras.

É muito comum as pessoas perguntarem se os quadros precisam ficar centralizados na parede ou em cima do sofá ou outro móvel. Nós respondemos: quando não tiver nada abaixo do quadro, é preferível que ele fique centralizado na parede. Se houver uma mesa de jantar, um sofá ou qualquer outro móvel ele deve ficar centralizado com o móvel.

Mas isso não é uma regra, você pode ousar e deixá-los descentralizados, como na foto abaixo onde vemos 3 quadros um de cada jeito. O primeiro na lateral esquerda 100% centralizado na vertical e horizontal. O segundo de canto a canto em uma moldura de caixa e o terceiro colocado em cima do segundo. O que importa neste caso é a paleta de cores escolhida e a unidade visual de todo o ambiente, inclusive a distribuição dos pesos e medidas visuais, proporcionando uma sensação agradável a quem vê.

Outra ideia é fazer uma composição com vários quadros, os tamanhos podem ser variados, assim como as molduras e os temas. Ou o contrário, com temas parecidos e molduras e tamanhos diferentes. Nessa hora o que vale é o gosto de cada um.

Uma tendência na decoração é deixar os quadros encostados na parede, apoiados sobre um móvel ou até mesmo no chão. Esse tipo de arranjo confere personalidade ao ambiente e o deixa com um ar mais despojado.

Hoje em dia quase tudo é válido na hora de decorar sua casa usando quadros. Outra tendência é misturar pinturas, fotografias e até mesmo alguns objetos favoritos. Dessa maneira o ambiente fica exclusivo e reflete bem o perfil dos moradores.

Dicas valiosas

Antes de partir pra furadeira, pense bem na composição final dos quadros. É bom fazer “réplicas” de papel com o mesmo tamanho dos quadros e colá-las com uma fita na parede. Dessa forma você visualiza bem e pode fazer quantos ajustes desejar.

Outra ideia é colocar os quadros no chão, pra ver se as cores combinam, se os temas das pinturas estão ao seu gosto e se as molduras estão de acordo com o que você planejou.

Se mesmo depois de ter escolhido os quadros ainda sobrar alguma dúvida, você pode deixa-los apoiados no chão, exatamente da maneira como vão ficar na parede. Deixe-os assim por alguns dias. Assim, cada vez que você passar pelo ambiente, você dá uma olhadinha pra eles e decide se esse arranjo lhe agrada.

NOÇÕES BÁSICAS

  • É sempre bom pendurar os quadros de forma que seu centro fique a 1,60m do chão. Dessa maneira todos vão conseguir apreciá-lo de uma maneira agradável, tanto os mais altos como os mais baixinhos.
  • Se ele estiver sobre um sofá, cuide para que o início da moldura fique de 20 a 25 cm mais alto que o encosto, para não atrapalhar quem está sentado.
  • Quando estiver em cima de uma cama, ele deve ficar a 60 cm do chão se ela não possuir cabeceira e se possuir, a 20 cm de altura a partir do final da cabeceira.

Seguindo essas dicas, fica muito difícil de errar. Agora é só pegar suas obras favoritas, papel, fita, furadeira e mãos a obra.

Fonte: archtrends.com